NOSSA FAN! CURTA E CLIQUE

Eyshila Inicia Gravação Do Seu Novo CD (Assista)

 A cantora Eyshila já iniciou a fase de produção de seu próximo trabalho que promete chegar as lojas de todo o Brasil pelos meses que se sucedem.
Em suas redes sociais, a cantora postou a novidade acompanhada de uma foto tirado durante a gravação dos backing vocais, que contou com a presença, também, de seu filho Lucas.
Décimo segundo disco de sua carreira, o projeto possivelmente virá com o título "O Milagre Sou Eu", que nasceu após o drama vivido pela cantora de perder seu filho mais novo, Matheus Oliveira, acometido por uma meningite aguda.

Fonte:News Gospel Music

Chris Durán Divulga Preview Do Seu Novo CD Intitulado "Eloim” (Ouça)

 Chegou a hora! Você já pode sentir um pouquinho da bênção do tão esperado álbum Eloim, o primeiro do Chris Duran pela MK Music! É o preview no qual você vai poder conferir de pertinho um trecho das 10 músicas do álbum.
O Preview é uma amostra sequencial da mixagem final de algumas das músicas que fazem parte do CD do cantor Chris Durán para o ano de 2016 intitulado ELOIM, com lançamento previsto pela MK Music para o mês de SETEMBRO de 2016.

Fonte:MK Music\Variedades Gospel Veras


Justiça obriga Google a desassociar “anticristo” do Templo de Salomão

 Após a polêmica pela associação feita por usuários do site de mapas do Google, a Justiça de São Paulo determinou que a empresa desvincule as expressões “anticristo” e “sinagoga de Satanás” do Templo de Salomão.

Quando os usuários fazem buscas por esses temas a ferramenta de buscas indicado o endereço do megatemplo pertence à Igreja Universal do Reino de Deus. O endereço Avenida Celso Garcia, 605), fica no Brás, perto do centro de São Paulo.
Agora, por decisão da Justiça não deve haver mais vinculação alguma com o nome, a imagem e o endereço do Templo. O Google tinha prazo de até 48 horas para corrigir. Caso não obedeça, terá que pagar R$ 5 mil de multa por dia. Em comunicado, a empresa informou que “está tomando as medidas cabíveis para cumprir a decisão”.
Na manhã desta quinta (25), a redação do portal Gospel Prime fez a busca e constatou que a associação permanece.
Google diz que responsabilidade é dos usuários
Nesta terça-feira, 23, foi publicada no Diário da Justiça a decisão do juiz Fernando José Cúnico, da 12ª Vara Cível. Ficou determinado que o Google também deve oferecer a Igreja Universal as condições de moderar, revisar e aprovar as inserções dos termos na plataforma do Google Maps.

No final de julho, a associação dos termos ao nome do Templo de Salomão foi amplamente divulgada pela imprensa e virou piada nas redes sociais.

Em nota, o Google explicou que não era uma decisão da empresa. “O que ocorre é que nossos mapas têm muitas, muitas fontes, inclusive os próprios usuários”, disse a nota divulgada pela empresa.
A Igreja Universal Asseverou que foram “esgotadas todas as possibilidades de uma solução junto à empresa Google do Brasil para que fosse interrompida essa abominável agressão contra a fé de milhões de adeptos da Igreja Universal do Reino de Deus que têm o Templo de Salomão como local sagrado”.
Classificou o caso como um “grave atentado à liberdade de crença assegurada a todos os brasileiros por nossa Constituição Federal”. Com informações de Estadão

“Não votem em PT, PSOL, REDE, PCdoB e PV”, pede Malafaia

 Em meio a campanha eleitoral, que já começou em todo o Brasil, o pastor Silas Malafaia divulgou um novo vídeo onde faz um “alerta” aos cristãos, em especial aos evangélicos. O líder da Associação Vitória em Cristo lembrou que alguns partidos mudam completamente de postura antes das eleições e depois voltam a defender suas agendas de sempre.


O líder religioso cita nominalmente o Partido dos Trabalhadores (PT), o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), a Rede Sustentabilidade (REDE), o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e o Partido Verde (PV).
Além de classificá-los como “corruptos”, Malafaia diz que eles querem “destruir a família”. “Esse pessoal esconde a ideologia deles”.
Segundo ele, as “pessoas de bem em geral” deveriam ficar atentas pois há uma tentativa dessas siglas em se desassociar com as pautas defendidas por eles no Congresso, entre elas o aborto, o casamento gay e a ideologia de gênero.

“Não podemos cair na conversa fiada. Eles são bons de bico”, provoca. Em seguida, lança o desafio: “Quero ver eles abrirem a boca para defender o lixo moral que defendem durante os 4 anos”.
O pastor, que já havia feito campanha contra alguns desses partidos em 2014, não tem medo de classificar os membros dessas siglas de “cínicos e covardes”. Insiste ainda que os cristãos, evangélicos em especial, deveriam ficar alertas e votarem lembrando dessas questões.
Conforme tem sido amplamente divulgado pela imprensa, a maior parte das campanhas do Partido dos Trabalhadores e do Partido Comunista do Brasil estão evitando usar seus tradicionais símbolos e ‘trabalhado’ a imagem dos candidatos de maneira a desassociá-los, por exemplo, da estrela, da foice e do martelo, presentes em bandeiras de países de ideologia comunista como a China e a Antiga União Soviética, por exemplo.

Chris Durán Divulga a Capa Do Seu Novo CD Intitulado "Eloim"

O cantor Chris Durán se prepara para lançar Eloim, seu novo disco desde 2012. Com distribuição da gravadora MK Music, o projeto contém dez faixas, que mesclam músicas totalmente inéditas, versões e regravações.
Dentre as versões, Cris escolheu "Jesus Me Ama" e "Dance", originais do cantor Chris Tomlin. Das composições nacionais, Durán selecionou "O Cordeiro", conhecida na voz de Rafael Araújo, além de "Maranata" (Aviah) e "Por Amor" (Adoração Central) que, inclusive, foi o primeiro título escolhido para o disco antes de ser mudado para Eloim.

Fonte:Super Gospel

As Críticas De Rachel Sheherazade:“Creio Que o Compromisso Maior Do Cristão Não Está Na Igreja, Mas No Mundo”

Conhecida por suas críticas a respeito de temas como corrupção, segurança pública, saúde e educação, a paraibana Rachel Sheherazade se tornou uma voz na denúncia dos vários problemas sociais e estruturais do Brasil. Cristã, lançará em breve, por uma editora evangélica, um livro sobre o resgate de valores. Conheça detalhes da vida pessoal e profissional desta jornalista de opinião forte que ganhou destaque nacional.

Conte como foi a sua trajetória enquanto cristã. Como e quando aconteceu a sua conversão? Como os valores cristãos estão presentes na sua rotina?Fui criada num lar cristão. Pais evangélicos, avó católica. Estudei em colégio Marista, mas, frequentava a Primeira Igreja Batista. No começo, minha mãe nos levava à igreja mesmo contra a nossa vontade. É que, enquanto crianças, preferíamos ir ao clube, tomar banho de piscina a assistir ao culto do domingo. Na infância, frequentava a Escola Dominical. Quando adolescente, participei de muitos eventos evangelísticos, como os Encontros de Jovens com Cristo, e também fiz parte do grupo de teatro da Primeira Igreja Batista. Foi lá que me casei e onde, diante do altar de Deus, consagrei a vida dos meus dois filhos. Cristo sempre fez parte da minha vida. Mas meu batismo aconteceu aos 23 anos.Os valores cristãos norteiam toda a minha vida pessoal.Minha vida profissional é só um reflexo dela.

Acredita que as igrejas podem trabalhar com as comunidades onde estão inseridas para reduzir as desigualdades sociais? E como vê esse tipo de ação?Não acredito em igualdade social. Os homens jamais serão iguais, pois somos, desde a criação, plurais, diferentes. Nossa essência e nosso destino são únicos. Cada um escolhe seu caminho, e o futuro de cada ser humano é uma consequência de suas escolhas, de seu arbítrio – direta ou indiretamente. Acredito que, como sociedade, Igreja, indivíduo, temos que trabalhar para assegurar oportunidades iguais para todos. Mas o que cada um fará com sua oportunidade, com o talento que lhe é dado, é uma escolha pessoal.

Como concilia a sua agenda com os compromissos na igreja?
Acredito que não pode haver choque de agenda entre o cristão e Deus. Creio que o compromisso maior do cristão não está na Igreja, mas no mundo. Na Igreja, nos nutrimos da Palavra de Deus, nos apoiamos enquanto congregação, crescemos juntos como irmãos, mas é no mundo lá fora que temos nosso campo de ação. Temos que viver o dia a dia sendo exemplo para o mundo, sal e luz. Meu grande compromisso não é com a religião ou com a igreja física. Tenho que me aprofundar cada dia no Evangelho, preciso focar nos valores de Cristo, buscando, sempre, a vontade de Deus. No meu dia a dia, é o que tento fazer:me espelhar em Jesus e ser imitadora dEle onde quer que eu esteja, apesar das minhas limitações humanas.

Poderia falar um pouco sobre seu livro pela Editora Mundo Cristão? Como surgiu a ideia da obra? Quais serão os principais pontos tratados no livro?Devido aos meus posicionamentos cristãos, fui procurada pela editora. Conversamos sobre algumas ideias e chegamos à conclusão de publicar um livro que pudesse ajudar nosso país a resgatar seus valores esquecidos, sua autoestima prejudicada, o senso de justiça, a responsabilidade individual... Ambos, eu e a editora, queríamos falar sobre os principais problemas do Brasil, sob uma ótica cristã, abordando suas origens e consequências para toda sociedade. Mas não focarei apenas as mazelas do país. O livro também apontará possíveis soluções para cada um dos grandes males do Brasil.

Como está sendo a experiência como autora? É algo que pretende dar continuidade?
Apesar da minha agenda apertada, a experiência como autora está sendo extremamente prazerosa. Às vezes me sinto em meio a um deserto de ideias... Nenhuma palavra parece querer brotar. Outras vezes, sou alvo de uma poderosa brainstorm, aquela tempestade de pensamentos e palavras que desaguam e invadem a cabeça do escritor. É emocionante. Sempre sonhei em ser escritora. Pensava em escrever para crianças. Aos 8 anos, escrevi meus primeiros livrinhos. Eu também os ilustrava. Depois do nascimento dos meus filhos, voltei a escrever alguns livros infantis: “O Trenzinho Feliz”, “Uma Flor Chamada Clara” e o “Milhinho Amarelinho”. Mas nunca os publiquei. Foram presentes para meus próprios filhos. Quem sabe se o livro sobre os problemas do Brasil não seja o meu primeiro e tímido passo para o mundo literário?

Em que momento descobriu que gostaria de ter o jornalismo como profissão? Teve apoio familiar nessa decisão?Como disse, sempre gostei de escrever. Sempre foi uma paixão: os livros, as histórias, os poemas, as palavras... Tudo isso me encanta desde sempre. Meu pai foi um referencial, pois é um leitor assíduo e apaixonado. Minha avó paterna também me inspirou, pois adorava literatura. Então, meu sonho era ser escritora. Achei que o caminho mais fácil para realizá-lo seria através da faculdade de Jornalismo. Antes, porém, do curso de Comunicação, cheguei a cursar Administração de Empresas, do qual desisti por total falta de identificação. Apesar de estar decidida a cursar Jornalismo, não tive o apoio da minha família. Eles achavam que eu “morreria de fome” se dependesse dessa profissão para sobreviver. Meu pai chegou inclusive a fazer-me uma indagação curiosa: “Minha filha, você sabe quantos jornalistas as faculdades jogam no mercado de trabalho todos os anos? E você sabe quantas ‘Fátimas Bernardes’ têm no Brasil?” Foi um balde de água fria nos meus planos. Mas eu sou teimosa, insisti, e Deus me abençoou. Hoje, vejo que jamais conseguirei ser uma Fátima Bernardes (a melhor âncora de telejornal do Brasil, na minha opinião), mas, ao menos, posso ser uma Rachel Sheherazade.

Eliane Silva Lança o Clipe Da Canção "Meu Alvo" (Assista)

Gravado em um hotel fazenda de Teresópolis, no estado do Rio de Janeiro, "Meu Alvo", o novo clipe de Eliane Silva, aposta na simplicidade da mensagem. Segunda canção de trabalho do disco Aroma da Adoração, lançado pela Som Livre em 2015, é uma composição de Moisés Cleyton, que também assina outros hits pentecostais muito conhecidos na música cristã brasileira, como "Vaso de Alabastro" e "Ressuscita".
O clipe contou com a direção de Ângelo Luiz e Bruno Alves. A dupla também tem assinado a direção de produções audiovisuais de outros artistas da música evangélica, como David Quinlan e Jonas Maciel. “O mais legal desse trabalho com a Eliane foi perceber a sua simplicidade e entrega total para dar seu melhor à Deus através da lente da câmera”, conta Ângelo.
O roteiro, apesar de simples, ressalta os elementos citados pela música, como a fornalha da qual se livraram Sadraque, Mesaque e Abednego na passagem bíblica de Daniel 3. “Achei muito legal traduzir a fornalha bíblica através da imagem na lareira. O fogo é atemporal e serve de testemunha das provas pelas quais tantas pessoas passaram, quer seja no velho, no novo testamento, ou agora”, descreve Eliane Silva, que ficou muito feliz com o resultado da gravação.
A mensagem da canção fala sobre a busca incessante pela santidade para que o alvo, que é a semelhança de Cristo, seja atingido. “A Palavra diz que o mundo jaz no mal, não é mesmo? Todos nós estamos sujeitos a nos rendermos aos manjares servidos por este mundo, mas nosso objetivo, como povo de Deus, é marchar em uma só direção e lutarmos contra todo o tipo de tentação para alcançarmos nosso alvo maior que é agradar a Deus e nos parecermos cada vez mais com Jesus”, finaliza a cantora.

Fonte: Super Gospel


Atriz da Rede Globo Thaila Ayala se batiza no RJ: “Fui tocada pelo Espírito Santo”

 A atriz Thaila Ayala postou em suas redes sociais uma foto de seu batismo, afirmando ser a foto mais especial de toda a sua rede social.

Em entrevista ao EGO, a atriz disse que foi evangelizada por uma amiga que trabalha com ela e assim conheceu a Igreja Pentecostal Anabatista, onde “foi tocada pelo Espírito Santo”.
“Ainda não conhecia essa sensação, e não tenho como descrever, acho que se alguém descrevesse para mim talvez não acreditaria. É algo sem o qual nunca mais quero viver, isso já aconteceu há mais ou menos um ano e desde então venho buscando Deus cada dia mais”, disse ela.
Sobre o batismo, Thaila afirmou que é “uma nova vida em Cristo” e que demonstra sua vontade de “ser uma pessoa melhor” e poder “andar cada vez mais no caminho dele”.
Nascida em um lar católico, a atriz foi batizada na infância, fez primeira comunhão e crisma. Hoje, mesmo sendo batizada em igreja evangélica, Thaila se nega a receber rótulos. “Não defino religião por católica ou evangélica eu sou cristã e sempre fui. Não voltei para a igreja, sempre fui”, garantiu.
Na legenda da foto a atriz não nega que estava plenamente feliz com a decisão de se batizar. “A data da sua eternidade começa com o seu batismo. Não essa foto não é das melhores, não ela não combina com meu feed mas ela é mais especial do que todas as outras juntas, porque eu me batizei! Sim eu já tinha sido batizada quando criança, mas eram os meus pais escolhendo por mim e me mostrando desde pequena o único verdadeiro caminho, o único e verdadeiro amor, Deus. Mas hoje eu tive a chance de escolher novamente o caminho dele, de reforçar minha fé em Deus e renascer no seu amor! Obrigada Deus pela minha vida em Cristo”, escreveu Thaila.

Bruna Karla emociona no Domingo Legal


Emocionante... Nayara Aguiar, que desde pequenininha já louva ao Senhor, tinha um sonho: conhecer a Bruna Karla​. E o programa Domingo Legal​, exibido ao vivo pelo SBT, realizou este desejo no palco da atração, neste domingo (21). Antes do encontro surpresa com a cantora, foi exibida uma linda matéria com a jovem e sua família, onde dão exemplo de fé e superação. A produção convidou Nayara para conhecer a TV, os estúdios e também cantar. Por isso, ela nem imaginava que conheceria Bruna Karla. O encontro levou às lágrimas não só a pequena adoradora do Maranhão, seu pai, mas também o apresentador e plateia. Bruna cantou "Cicatrizes" e depois "Sou Humano" com a menininha. Que Deus abençoe essa família. Obrigada, Celso Portiolli​ e toda equipe do SBT pela receptividade.

Clique aqui e confira as fotos.

Confira os vídeos no site do SBT:
>> Bruna Karla canta "Cicatrizes" ao vivo (clique aqui).
>> Nayara e Bruna cantam "Sou Humano" (clique aqui).
>> História de Nayara - parte 1 (clique aqui).
>> História de Nayara - parte 2 (clique aqui).



Fonte: Comunicação MK Music

Patrícia Lélis Participa Do Programa "Superpop" E Não Consegue Explicar Contradições (Assista)

 O caso Patrícia Lélis versus Marco Feliciano ganhou mais um capítulo na noite desta quarta (18). A estudando de 22 anos foi a convidada do Superpop, apresentado por Luciana Gimenez na RedeTV!. Por mais de uma hora a jovem respondeu perguntas e contou sua versão dos fatos envolvendo agressão e uma suposta tentativa de estupro no dia 15 de junho em Brasília, bem como os dias que alega ter sido sequestrada em São Paulo.
As acusações dela contra o parlamentar são bem conhecidas e vem sendo abordadas exaustivamente pela mídia desde o início do mês. Várias vezes ela tentou explicar as “falhas” da sua narrativa, conforme foram mostradas no programa Conexão Repórter que foi ar domingo (18).

O Superpop originalmente colocaria frente a frente Patrícia Lélis e Sara Winter, que pertenciam ao mesmo grupo dentro da Juventude do PSC, partido de Feliciano. Contudo, Sara decidiu não ir atendendo orientação da sigla. Em seu lugar, foi convidada outra ativista conhecidas nas redes sociais: Kelly Bolsonaro, que vem prometendo “desmascarar” Patrícia há semanas. Ao saber que Kelly estaria no programa, Lélis se negou a entrar no palco enquanto a agora rival não fosse embora, pois não debateria com ela. O vídeo dos bastidores do Superpop onde a produção pede que Bolsonaro vá embora e não participe pois essa era uma condição imposta por Patrícia foi postado no Facebook por Kelly.
Resolvida a situação, Patrícia Lélis entrou sozinha para conversar com Luciana Gimenes sobre o caso. O convidado especial foi Jorge Lordello, apresentador do programa policial Operação de Risco, da mesma emissora. Logo no início foi apresentada uma versão resumida da história, que começa desde que o congressista e a estudante se conheceram.
Diante das câmaras, Patrícia repetiu grande parte do que já tinha dito em outras entrevistas. Contou que foi ao apartamento funcional para uma reunião perto das 9 da manhã e foi surpreendida ao constatar que estava sozinha. Teria então chamado pelo WhatsApp as pessoas de um grupo para avisar que havia chegado lá, mas os outros não estavam.
“Ele me fez uma proposta de trabalho com salário de R$ 15 mil e disse que eu teria que ser amante dele. Tentei sair do apartamento e ele me deu soco na boca e um chute na perna”, resumiu ela. Insiste ainda que só escapou de ser estuprada por que uma mulher teria ouvido seus gritos e batido na porta do apartamento. Quando o pastor foi atender, Patrícia diz que aproveitou para fugir. Logo em seguida, são mostradas as imagens do deputado entrando para uma reunião com o Ministro da Educação aproximadamente às 9 da manhã, mesmo horário em que Patrícia dizia estar sozinha com Feliciano no apartamento. Ele saiu uma hora depois, conforme os vídeos das câmeras de segurança. Na sequência, mais imagens provando que ele foi para a Câmara dos Deputados participar de reuniões públicas.

Quando a apresentadora do programa a questiona como isso seria possível, a resposta de Patrícia foi irônica: “Não sei, as vezes ele é tão abençoado que Deus deu pra ele o poder da onipresença [estar em todos lugares ao mesmo tempo]”. Fazendo uma série de questionamentos que vem sendo levantados desde que o caso veio a público, Jorge Lordello faz várias perguntas que não foram respondidas de forma clara até agora. Foi questionado, por exemplo, quem era a mulher que bateu na porta do apartamento e que nunca foi identificada; o motivo de Patrícia não ter procurado a polícia no mesmo dia e pedida que ela apresentasse as provas que diz ter, como a conversa no WhatApp com o grupo e fotos das agressões no rosto.
ncapaz de responder com clareza, a estudante começou a insistir na tese que a Polícia Federal precisa investigar o caso. Para ela, somente assim poderá ficar provado que ela estava no mesmo lugar que o pastor Marco na manhã do dia 15 de junho.
O Superpop exibiu os mesmos vídeos que circulam há semanas na internet, onde Patrícia desmente o caso em duas oportunidades diferentes. Questionada sobre isso, a estudante diz que foi coagida por Talma Bauer, ex-chefe de gabinete de Marco Feliciano, a fazer as imagens. Ela insiste que estava sendo ameaçada de morte por Bauer o tempo todo.
Contudo, as imagens de câmaras de circuito interno do hotel comprovam que o “clima” entre Patrícia e Bauer era amistoso. Luciana demonstra então estar confusa com o enredo, pois ao mesmo tempo que dizia estar sendo ameaçada, Lélis continuava conversando com várias pessoas e nunca pede socorro.

Quando Patrícia começa a listar as outras pessoas envolvidas na história, incluindo Arthur Mangabeira, Emerson Biazon e um rapaz que ela chama de Marcelinho, Luciana não se conteve. “Você falou com Bauer, você falou com outro etc. Você parece agente da KGB. Você não tava apavorada?”, questionou. A resposta de Patrícia foi mais uma vez evasiva.

A assistente de palco Simone questionou se Patrícia mandou matar Arthur, como ela aparece dizendo no vídeo. A jovem insiste que há um “corte” e sua fala foi cortada. O principal argumento da estudante é que outras pessoas negociaram em seu nome, contrariando tudo o que pode ser visto no material gravado em secreto por Emerson e disponibilizado para a polícia e colocado na internet.
A questão do dinheiro ainda é um dos grandes temas não resolvidos. Seriam 300 mil reais, divididos em 6 “prestações” de 50 mil. A primeira foi paga a Arthur Mangabeira, que ainda não foi encontrado pela polícia. Embora Patrícia tenha dito que ‘abre’ suas contas bancárias, no dia em que ela fez o BO em São Paulo havia 20 mil reais em espécie nas mãos de Emerson, que mais tarde Bauer confessou ser dele e que fez o pagamento usando de suas economias para evitar um “mal maior”. O relato de Patrícia não convenceu a apresentadora, que mais de uma vez afirmou ter dificuldade em acompanhar a narrativa. Ao falar sobre as incongruências nos Boletins de Ocorrência, como o endereço errado dado por ela ao falar do local do suposto crime, a jovem atribuiu o erro ao policial que preencheu o documento.
Também se manifestou a advogada de Patrícia, que diz ter provas contra Feliciano. Contudo, elas não foram apresentadas pelo Superpop. A jurista explica que, por que o deputado tem foro privilegiado, o BO foi enviado para o Supremo Tribunal Federal e que Procuradoria Geral da União poderá denunciar Marco Feliciano. “Estamos convictos de que vai ser aceito”, assegurou. Luciana insiste que a história ainda está confusa e a advogada concordou. É fato que muitos aspectos da narrativa estão nebulosos e Feliciano até agora não conseguiu explicar do porquê Bauer teria oferecido dinheiro – como é visto fazendo nos vídeos – para ocultar algo que não aconteceu. Segundo Marcelo Carvalho, advogado do PSC entrevistado pelo Superpop, o chefe de gabinete foi exonerado e não trabalha mais para o parlamentar. Ele e Patrícia ainda podem ser indiciados pela polícia de São Paulo pelo crime de extorsão.
No final da entrevista, Patrícia voltou a dizer que existem “outros casos” que envolveriam Marco Feliciano e disse que as mulheres deveriam fazer denúncias públicas, como ela está fazendo.
Logo após o encerramento do programa, Sara Winter, que foi citada por Patrícia e sabidamente tinha ligações com ela, resolveu se manifestar. Em um vídeo com mais de 30 minutos, contou sua versão dos fatos.
Reconheceu que as duas tiveram uma relação de amizade, mas que estão rompidas. Vice-presidente do PSC Jovem, Winter lembrou que Lélis fez acusações sérias sobre o presidente do partido, pastor Everaldo, mas que ele nem estava em Brasília no dia 15 de junho, quando Patrícia afirmou que ele ofereceu “um saco de dinheiro” pelo seu silêncio. Algo que não foi mencionado durante o Superpop, mas dito por Patrícia em entrevistas.
Chamou Patrícia de “mentirosa compulsiva” e lista várias ocasiões em que percebeu que ela contou histórias fantasiosas sobre si e sua família. Sara também classificou-a de “perigosa”, desmentiu que a jovem tenha sido militante do PSC e apresentou prints de conversas entre as duas, onde ela pede que a polícia seja procurada e um Boletim de Ocorrência lavrado. Algo que só foi acontecer 40 dias depois.

Fonte:Gospel Prime

Neymar Com Uma Faixa Na Cabeça Com Os Dizeres “100% Jesus” Discute Com Torcedores e Comitê Olímpico Protesta Contra a Faixa (Assista)

 Adereçado com uma faixa escrita "100% Jesus", Neymar, ao final da partida em que seleção brasileira levou o ouro olímpico, decidiu passar uma descompostura em um grupo de torcedores que criticaram o seu desempenho neste e em jogos anteriores da seleção.
Totalmente destemperado, as pessoas próximas se chocaram com um Neymar 100% Jesus, mandando torcedores tomarem no c..., chamando-os para briga.
Ao longo dessa edição dos Jogos Olímpicos, vários atletas cristãos agradeceram a Deus pelas conquistas de suas medalhas. Contudo, o jogador Neymar foi o único que subiu ao pódio com uma referência religiosa.
Quando recebeu a medalha de ouro na noite deste sábado (20), usava uma faixa na cabeça com os dizeres “100% Jesus”. A imagem foi transmitida para o mundo todo e a escolha de termos possibilitava que fosse entendida sem necessidade de tradução.
O fato chamou atenção da imprensa, uma vez que a cobertura dos jogos é gerada pela rede oficial das Olimpíadas e pela popularidade do futebol, teve grande audiência. Contudo, há países que censuram várias imagens de competições, por exemplo, de mulheres com pouca roupa.
Em diversas nações muçulmanas, é proibido que o nome de Jesus seja exibido publicamente. Por ser uma transmissão ao vivo, não foi possível ignorar a imagem nem deixar de mostrar o jogador mais conhecido da Seleção no momento. Sua atuação no Barcelona lhe conferiram o status de ídolo mundial do esporte, uma vez que está em várias listas de melhores do mundo.

Porém, existem regras do Comitê Olímpico Internacional (COI) proibindo qualquer “sinal político, comercial ou religioso” durante a cerimônia de medalhas nos Jogos Olímpicos. Por isso, os dirigentes da entidade tiveram uma reunião na manhã deste domingo, onde classificaram a manifestação religiosa de “um deslize” do jogador e de seus superiores. Embora o jogador pudesse ser passível de punição, a decisão foi fazer “vista grossa” para não estragar a imagem da entidade e dos Jogos.

Segundo o Estado de São Paulo, o diretor-executivo do COI Christoph Dubi, a entidade irá enviar uma carta à delegação brasileira, anunciando um protesto oficial pelo ocorrido e relembrando os dirigentes que tais procedimentos não são aceitáveis.

Vários jogadores deram glórias a Deus após a conquista do ouro, mas foram manifestações pessoais, fora do pódio. Uma das que mais chamou atenção foi a do goleiro Weverton, que defendeu o pênalti decisivo para o título inédito.

Embora fora de campo o jogador Neymar não tenha uma vida condizente com o que ensinam os evangélicos, incluindo um filho fora do casamento e a promoção de festas com muitas mulheres e regadas a bebida, ele voltou a exibir publicamente a faixa branca com uma declaração de fé.

Criado numa família evangélica, o jogador já usava os dizeres quando criança, log que deu os primeiros passos jogando futsal na Baixada Santista. Ele frequentava a Igreja Batista Peniel, em São Vicente, liderada pelo pastor Newton Lobato. Em uma entrevista ao site espanhol “Protestante Digital”, o líder religioso conta que batizou Neymar em 2008.
Além disso, deu uma palavra profética ao atacante da Seleção muito antes da fama mundial. Diante de várias testemunhas, anunciou que o jovem seria um jogador importante no mundo do futebol e um instrumento nas mãos de Deus.
O pai de Neymar sempre disse que o filho era muito religioso. “Ele ouve muitas músicas com mensagens bíblicas. É daí que ele tira inspiração. Sempre que ele pode vai a cultos. Ele puxou isso da sua mãe que é muito devota”, contou. O próprio atleta já disse em entrevistas que costumava orar antes de tomar decisões e que sua carreira era dirigida por Deus.
Além de ter várias tatuagens com imagens e frases cristãs, o capitão da Seleção costuma falar sobre sua fé nas redes sociais. Após a conquista de ontem, postou uma foto sua ajoelhado apontando para o céus e escreveu “A ti [Deus] toda honra e toda glória”. Foram mais de 1, 2 milhão de “reações” no Facebook. A maioria dos comentários mostram que a manifestação foi bem vista pelos fãs do jogador, que o parabenizaram pela atitude.

Fonte:Gospel Prime\Genizah Virtual


Trio Pérolas libera capa de seu primeiro CD, "É Pra Mais de Três"


No final da tarde desta quarta-feira (13), através de sua página oficial do Facebook, o Trio Pérolas divulgou a capa de seu primeiro disco.
A capa e todo o encarte do CD intitulado “É Pra Mais de Três” foi feita pela Observ Design e as fotos tiradas por Fábio Rickman. Felizmente, a arte foi muito bem aceita pelo público e pelos admiradores do trio, além de ter recebido diversos elogios.
Produzido pelo maestro Ronny Barboza, o álbum será lançado pela gravadora Prima Brasil neste segundo semestre.


Rafael Malta lança seu primeiro CD: "No Altar"


Em meio a tantos trabalhos lançados nos últimos anos, de nomes já reconhecidos e também de anônimos que começam a trilhar os primeiros passos de uma carreira que pode vir a ser notória no mercado fonográfico, existem aqueles que se destacam já no primeiro projeto. A exemplo disso temos o cantor Rafael Malta, que acaba de lançar o disco "No Altar", pela gravadora No Altar Records.
O álbum chama atenção pelo cuidado com a produção musical, escolha de repertório e projeto gráfico, que foi, de forma impecável, desenvolvido pela agência Quartel Designer. Produzido por Emerson Bruno, mixado e masterizado no Studio S2 em Vila Velha, "No Altar" é um disco eclético, moderno e inspirado.
"‘No Altar’ é mais do que um disco musical. É uma coletânea de canções que surgiram ao longo de muitos anos em minha vida, e que são a marca exata de momentos de crescimento, quebrantamento e aprendnizado sobre a presença de Deus, e como a Adoração sincera ao Pai me transforma e transforma o ambiente e situação que me encontro.", conta o cantor.
À nossa equipe, o cantor ainda compartilhou um pouco de sua trajetória. Sendo ele filho de pastor e atualmente seguindo os caminhos do pai, Rafael Malta exerce seu ministério em Guarapari, no Espírito Santo, onde supervisiona dezenas de células e é líder de adoração.
"Ao passar dos anos, envolvido com a música e a adoração, em minha adolescência comecei a ter minhas primeiras experiências conscientes com Deus e durante este período, Deus começou a me dar canções no meu secreto e intimidade com Ele. Os anos passaram, e as promessas de Deus sobre a minha vida começaram a romper. Me tornei um médico, mas ainda na faculdade assumi e aceitei meu chamado e descobri que não cumpri-lo seria o mesmo que morrer. Fui ordenado ao ministério pastoral e tenho hoje, empenhando minhas forças em tocar vidas, com a medicina e com o evangelho." relata o pastor.
O primeiro álbum do cantor é totalmente autoral e traz uma diversidade de letras e estilos que conversam entre si para que o ouvinte seja conduzido a uma experiência única com Deus através da música. "No Altar" já está disponível nas plataformas digitais e o single de trabalho - "Santo" - toca nas rádios e também está disponível no canal Rafael Malta no Youtube.


FONTE DESKTOP GOSPEL!

Confira o novo single de Arianne - Azul

 Ela voltou e não está de brincadeira. Depois de um tempo sabático entre mudança de cidade e maternidade, a cantora Arianne volta com tudo para nova etapa na sua trajetória na música cristã. Ela nunca deixou os palcos e as igrejas (isto faz parte da vida dela), mas neste tempo de "descanso" ela pôde amadurecer como mulher, cantora e compositora.
Agora ela chega totalmente renovada por dentro e por fora e vem trazendo coisa muito boa para quem curte o trabalho da cantora. Para começar, Arianne apresenta novo estilo musical, totalmente reformulado. No próximo CD, Outono, que será lançado pela Onimusic (atual gravadora da cantora) em meados de setembro, os fãs vão encontrar tudo novo, mas com certeza um trabalho de maior qualidade, mais versátil e moderno.

Para dar um gostinho do que vem por aí, Arianne está liberando para o público o single Azul. A música de autoria de Silas Erbe vem no estilo Christian Indie Rock. Arianne mesmo conta com a alegria como nasceu a música.



"Já estávamos com a maioria das músicas do repertório selecionado quando o Silas Erbe me ligou perguntando se podia mandar uma música. Ele mandou, mas só tinha a primeira estrofe e o refrão. Achei a música linda, mas falei com ele que aquele coração não podia continuar sendo de pedra (risos), alguma coisa teria que acontecer pra mudar esse coração. Ele me ligou uma hora depois com a segunda estrofe. Quando ouvi comecei a pular e gargalhar na sala. Amei a música! O arranjo dela ficou incrível, e assim nasceu Azul", ressalta a cantora.
O single foi gravado e mixado no Trunoyz (estúdio vencedor de 15 Grammys nos últimos 5 anos) e conta com a participação de músicos consagrados, como o produtor e guitarrista Sergio Cavalieri, o baixista Ted Hunter, os bateristas Dan Needham e Gabriel Vicentini e pianos/synths com Jonny Essi e Emerson Pinheiro. Ele já pode ser encontrado nas principais plataformas digitais. 


fonte: Gospel Channel



PSC mantém Feliciano na liderança do partido e vai processar jovem

 Nesta terça-feira (9) o Partido Social Cristão (PSC) decidiu não afastar o deputado Marco Feliciano do cargo de líder do partido na Câmara Federal e também anunciou que irá processar a estudante de jornalismo Patrícia Lélis.

Para a legenda, Lélis fez uma “falsa denunciação” de crime e precisa se responsabilizar por isso. A decisão do PSC tem como objetivo “defender a imagem do partido”.
Quem acompanha o caso desde a quarta-feira passada (3) sabe que a estudante afirmou ter sido estuprada pelo deputado evangélico. O crime teria acontecido em 15 de junho.
No boletim, porém, Patrícia afirma que o deputado tentou levantar seu vestido, como ela recusou a ter relações com ele, ela foi agredida até que uma mulher – não identificada – ouviu seus gritos e bateu na porta dando tempo para que Patrícia fugisse de Feliciano. O deputado nega as acusações.
Na sexta-feira (5) Patrícia foi ao 3º DP em São Paulo fazer a denúncia do crime e afirmou também que fora sequestrada por Talma Bauer, chefe de gabinete de Feliciano.
A polícia teve acesso às imagens do hotel e percebeu que havia amizade entre a suposta vítima e Bauer, descartando assim a possibilidade de sequestro e também de cárcere privado, uma vez que a estudante e outros amigos, inclusive seu namorado, saíram várias vezes do hotel para restaurantes e bares.
O caso cheio de reviravoltas será investigado pela polícia em São Paulo, a respeito da vinda da jovem brasiliense para a capital paulista, e lá em Brasília será investigado o suposto assédio sexual por parte de Feliciano que tem foro privilegiado.

O processo já está na mesa de Rodrigo Janot, Procurador Geral da República.