NOSSA FAN! CURTA E CLIQUE

Rede Globo é a maior patrocinadora da imoralidade no Brasil, diz Malafaia

No capítulo de estreia de sua nova novela, “Babilônia”, a Rede Globo mostrou um beijo lésbico protagonizado por duas veteranas da TV, Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, gerando muitos comentários.
Para os progressistas a emissora mostrou mais uma história de amor entre pessoas do mesmo sexo, mas para os conservadores a emissora repetiu sua fórmula de doutrinar os telespectadores.
Malafaia faz parte desses críticos da emissora e em um texto afirmou que a Globo é a maior patrocinadora da imoralidade no Brasil. “Entra novela e sai novela é a uma verdadeira apologia ao homossexualismo e a todo o tipo de perversão moral. Não tenho nenhuma dúvida que a Rede Globo é a maior patrocinadora da imoralidade e do homossexualismo no Brasil”.

O líder religioso compara a TV brasileira com a americana, onde programas como essas novelas não teriam espaço. “Nos EUA, que é o país mais democrático do mundo, não existe nenhuma possibilidade que entre às 21h e 22h, quando ainda muitas crianças e adolescentes estão acordados, a televisão mostre a imoralidade como a TV brasileira mostra”, escreve.
Para ele é preciso diferenciar liberdade de libertinagem, pois “toda sociedade que não tem limites se autodestrói”. Crítico ferrenho do ativismo gay, Malafaia se tornou um dos maiores inimigos do grupo e enfrenta inúmeras perseguições por se posicionar contra os interesses dessas instituições.
Mas no caso das novelas, o religioso critica a emissora que tem provado em suas últimas produções que pretende vender o homossexualismo na TV.


 “A Rede Globo tem contribuído para a destruição de valores morais fundamentais para o bem-estar da sociedade, isso é uma afronta a família, uma afronta as crianças e aos adolescentes, a imoralidade que esse veículo de comunicação tem propagado para a sociedade.”

NP A GENTE NÃO PARA!!! FONTE GOSPEL PRIME!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícia Pentecostal agradece o contato! Curtam nossa Fan Page! A paz...