NOSSA FAN! CURTA E CLIQUE

Youtube remove vídeo cristão que mostra pessoas mudando de opinião sobre homossexualidade!

O trailer do filme "Audacity" ("Audácia", em português), que desafia a crença de que a homossexualidade é imutável, com apologia cristã, foi removido do ar pelo Youtube. Inconformado, o cineasta Ray Comfort, idealizador do filme, diz que a censura foi "por causa da religião".
Ao acessar o link para o vídeo, o YouTube exibe a seguinte mensagem: "Este vídeo foi removido por violar a política do YouTube contra spam, golpes e conteúdo comercialmente enganoso". Comfort convidou o público a assistir o trailer no site oficial do filme e observar "se é spam, um golpe ou tem conteúdo comercialmente enganoso."
O trailer teve mais de 130 mil visualizações em menos de três semanas que esteve no ar, o que representa uma "ironia" para Comfort.
"Ano passado, o YouTube nos enviou um troféu e disse: 'Parabéns por superar 100 mil assinantes. Então, eu suspeito que alguém dentro da empresa, com uma visão de mundo diferente, o assistiu e não gostou do que viu", conclui o cineasta. Comfort explica que a base para o argumento gay é que eles – assim como as pessoas de cor – nascem assim, e por isso nunca devem ser discriminados. No entanto, o filme mostra um número de pessoas que muda de opinião sobre o 'nascimento homossexual'. "Para eles é muito irritante eu não poder ajudar no 'argumento gay', então eles decidiram nos censurar. Ou, dizendo de outra forma, eles nos discriminaram por causa de nossa religião", disse o cineasta.
Em nota, a Equipe de Imprensa do Google disse que "não comenta sobre vídeos individuais", e "se um vídeo que viole essas políticas é sinalizado pela nossa comunidade, ele é removido".
Comfort descreve o trailer como a "voz de João Batista no deserto, preparando o caminho para o filme". Além de apresentar um roteiro que envolve a ficção com seus personagens, Audácia é um filme baseado em entrevistas espontâneas que mostram como pessoas pró-gays mudam de opinião sobre o 'nascimento homossexual' depois de serem questionadas com duas perguntas simples.
"O filme vai ainda mais fundo, mostrando aqueles que falam a verdade em amor", disse o cineasta. Comfort disse que acredita que o filme "tem o poder de mudar essa cultura através do evangelho, e até mesmo trazer a cura entre a igreja e a comunidade LGBT."


fonte: GUIAME

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícia Pentecostal agradece o contato! Curtam nossa Fan Page! A paz...