NOSSA FAN! CURTA E CLIQUE

Aos 39 anos, atacante Magno Alves, do Fluminense, concilia profissão e missão de evangelizar

O atacante Magno Alves, do Fluminense, se destaca em campo aos 39 anos por sua determinação e vigor, sem dar mostras de sentir o efeito da idade. Fora de campo, a mesma fibra é demonstrada pelo atleta em seu papel de evangelizador.
O jogador evangélico, reserva de Fred na equipe carioca, concilia a profissão e a missão ministerial, e diz querer se tornar pastor.
“Você tem que se aprofundar para ser pastor, e tenho feito isso. Ser pastor é algo futuro para mim, isso é fato. Mas não posso perder tempo agora. Posso pregar o Evangelho mesmo não sendo formado, afirmou Magno ao jornal Extra.
Na segunda-feira, 03 de agosto, Alves compareceu a um culto da Assembleia de Deus no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ao longo de mais de uma hora, o jogador pregou aos fiéis.
Segundo o jornalista Nelson Lima Neto, que acompanhou Alves ao culto, o jogador cantou, orou e discorreu sobre a Bíblia Sagrada. A conversão do antigo católico em evangélico aconteceu há 15 anos, quando ele se deu conta que “cometia muitos erros na vida”.
“Fui catequizado, cheguei a ser coroinha e participei de novena. Mas uma coisa que nunca fiz foi ler a Bíblia. Quando fiz isso descobri o quanto de errado estava fazendo na vida”, disse Magno.

Na nova filosofia de vida, Alves destacou que se abstém da badalação que cerca os jogadores de futebol, e que isso o ajuda na profissão.
Ao final do culto, o jogador orou por dois jovens atletas que frequentam a igreja. Os irmãos Rodrigo e Matheus, de 14 anos, jogam na base do Madureira: “Foi a primeira vez que isso aconteceu. Conhecemos o Magno pois ele é amigo do nosso pai, mas nunca estivemos em um culto com ele”, revelou Rodrigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícia Pentecostal agradece o contato! Curtam nossa Fan Page! A paz...