NOSSA FAN! CURTA E CLIQUE

Resumo "Os Dez Mandamentos": Pragas chegam ao Egito

Quarta, 02 de setembro

Yunet se irrita ao perceber que o líquido no copo é sangue e faz questão de que Corá a leve ao poço dos hebreus para encontrar água limpa. Eliseba pensa no sofrimento dos egípcios sem água. Yunet fica espantada ao constatar que a maldição é somente contra o Egito. Joquebede se anima com a proximidade da libertação dos escravos. Corá observa Yunet na porta do palácio à procura do Ramsés. Irritado, o rei ordena que Ikeni expulse-a. Ramsés conta para Nefertari que foi procurado por Yunet e não quis recebê-la, deixando a rainha curiosa sobre qual seria o assunto. Yunet avisa Ikeni que Ramsés irá se arrepender de ter a ignorado. Karen diz para Deborah e Abigail que não vai se perdoar caso algo de ruim aconteça com o filho. Bezalel chega desanimado, sem notícias de Bak, e Karen entra em desespero. Aoliabe consegue encontrar Bak e se esforça para convencê-lo a voltar para casa. Corá fica tenso ao saber que Joquebede planeja ajudar Safira a sair da Casa de Senet, após descobrir que ela não teve culpa de nada. Karen reencontra Bak e questiona se o menino pode aceitá-la como mãe. Gahiji se desespera com a quantidade de louças a espera de água para serem lavadas. Ramsés aguarda a chegada dos magos para que eles resolvam o problema da água sangrenta dos egípcios. Leila descobre que Yunet procurou Ramsés e fica abalada. Ana sugere que Judite a acompanhe até a fonte da vila dos hebreus para tentarem encontrar água limpa. Moisés duvida que Ramsés já tenha mudado de ideia. Ao ver que só há sangue na obra, Apuki fica indignado por ter que dar folga aos escravos. Corá procura Joquebede para conversar. O oficial avisa Paser que os magos chegaram ao palácio. Henutmire desconfia que Yunet esteja agindo contra Moisés. Ramsés fica satisfeito com a presença dos magos e os desafia. Janes e Jambres desaparecem na frente de todos, para espanto geral. A dupla reaparece e o rei se impressiona com o talento deles. Corá finge estar arrependido por ter assediado Safira, mas Joquebede não se convence. Abigail elogia a atitude de Bak perdoar Karen. Zelofeade teme como a mãe do menino conseguirá sair da Casa de Senet. Karen se prepara para partir e entrega para Safira a joia que havia sumido, revelando que a moça foi vítima de uma armação. Ahmós flagra a conversa das duas, deixando-as tensas. Janes e Jambres prometem ao faraó que irão resolver o problema com a água. Ramsés se revolta ao ser informado por Meketre que a água na vila dos hebreus permanece limpa.


Quinta, 03 de setembro

Ramsés ordena que Ikeni e Bakenmut busquem água na fonte dos hebreus. Sem alternativa, Safira entrega a joia para Ahmós e diz que a dívida está paga. O dono da Casa de Senet fica furioso e fuzila Karen com o olhar. Ele acaba libertando Safira. Karen diz que também está abandonando o prostíbulo e deixa cair suas economias no chão. Ahmós diz que ela só sai se entregar tudo antes. Eles brigam, Safira tenta interver, mas acaba sendo agredida. Tomado pelo ódio, o egípcio joga Karen contra a parede. Ela bate a cabeça em um móvel e vai ao chão. Leila se espanta ao saber que o faraó pediu para os oficiais pegarem água na Vila dos hebreus. Tais decide levar os filhos até a fonte dos escravos. Safira chega até a casa de Joquebede e pede ajuda para socorrer Karen. Oseias e Calebe saem para resgatar a mãe de Bak. Henutmire vai ao encontro do irmão. Oseias e Calebe chamam Zelofeade e Bezalel para irem até a Casa de Senet socorrer Karen. Yunet leva alguns egípcios para beber água na Vila dos hebreus. Judite conta para Apuki sobre a água limpa dos escravos. Tais fica horrorizada com a situação degradante dos escravos. Hori e Meryt matam a sede. Bak encontra os filhos de Meketre e Abigail fica tensa. Arão se preocupa com o estoque de água dos escravos. Zelofeade, Oseias e os outros chegam à Casa de Senet. Bakenmut e Ikeni pegam água na fonte dos hebreus. Ahmós diz que Karen está morta e ordena que os guardas expulsem os escravos. Joquebede e Miriã dão apoio à Safira. Zelofeade diz que eles precisam ser fortes para cuidarem de Bak. Egípcios se impressionam ao ver a água se transformando em sangue ao sair da Vila dos hebreus. Os filhos de Arão avisam ao pai e ao tio sobre a descoberta dos egípcios em relação a água da fonte dos hebreus. Ramsés se recusa a beber água na Vila dos hebreus e ordena que contaminem a fonte dos escravos. Deborah diz para Abigail que algo ruim aconteceu com a mãe de Bak. Ahmós manda os guardas sumirem com o corpo de Karen. Ramsés se desentende com Henutmire e pede para ela se retirar da sala do trono. Oseias e Calebe avisam à Safira que Karen está morta. Abigail também é avisada e se desespera ao saber da notícia. Em conversa com Karoma, Radina defende Moisés. Enquanto Hur e Uri reclamam da sede, Leila avisa que o faraó não quer nenhum morador do palácio indo até a Vila. Chibale fica revoltado com a ordem do rei. Meketre se arrepende de ter contado ao faraó sobre a água limpa na Vila. Bina conversa com o marido Corá. Ela avisa que Joquebede abrigará Safira. Zelofeade e Abigail tentam tomar coragem para contar a verdade ao menino Bak. Janes e Jambres jogam um pó na água da Vila dos escravos e a transforma em sangue. Aoliabe e Deborah avistam de longe e correm para contar a Moisés. Os magos chamam o Deus dos hebreus de farsa. Moisés é avisado e sai acompanhado de Arão. Ele chega até a Vila dos Hebreus e vê que a água foi transformada em sangue.


Sexta, 04 de setembro
Os hebreus ficam desolados ao verem que a água da fonte foi contaminada por sangue. Datã e Abirão cobram uma atitude de Moisés, que diz não ter recebido um novo chamado de Deus. Ramsés reage exultante ao saber que Janes e Jambres conseguiram transformar a água dos escravos em sangue. O faraó ordena que os magos transformem o sangue em água, deixando-os tensos. Sentindo-se fraco, Amenhotep quase desmaia devido à sede. Abigail e Zelofeade ficam comovidos com a tristeza de Bak pela morte de Karen. Ramsés se irrita com a demora de Janes e Jambres em fazer a mudança com o sangue. Os magos pedem que o faraó tenha calma e saem apressados para o templo. Amenhotep desmaia no trono e recebe os cuidados de Paser. Ramsés e Nefertari ficam muito preocupados com filho. Nadabe diz que Corá terá que pagar por tudo que fez contra Safira. Joquebede explica a situação de Safira para Moisés, que se prontifica a ajudá-la. Safira chora, responsabilizando-se pelo fim trágico de Karen, e é consolada por Miriã. Bezalel acredita que Bak merece saber que é filho de Meketre. Aflita por Amenhotep está debilitado, Nefertari culpa Moisés pela falta de água. Moisés pede que Oseias vá até o alojamento e peça que Datã o encontre na casa de Corá. Joquebede encoraja Safira a não ter medo de reencontrar Corá, Bina e Datã. Simut bebe vinho além da conta e irrita Paser. Karoma se desespera ao ver Pepy desmaiado devido à fraqueza. Leila sugere que Hur e Henutmire a acompanhem até a vila para que consigam beber água limpa. Bina e Corá se surpreendem com a presença de Moisés e Arão. Oseias chega depois, acompanhado de Datã, seguido de Joquebede com Safira. Apuki, Ana e Judite se afligem pela falta de água. Safira revela que foi agarrada por Corá à força. Corá tenta amenizar a acusação e Joquebede pede que Bina assuma a verdade na frente de todos. Datã descobre que Safira não teve culpa de nada e ameaça matar Corá. Ao visitar Abigail, Leila desmaia e deixa Bezalel desesperado. Miriã fica surpresa ao receber Hur e Henutmire, sedentos por água. Moisés diz para Datã se conter, mas ele conta que Corá precisa ser castigado. Safira explica que apenas dançou na Casa de Senet e nunca se deitou com o cunhado. Chateado consigo mesmo, Datã se acalma e pede desculpas por ter condenado a esposa. Moisés concorda que Corá deve ser punido e Datã decide expulsá-lo de casa. Safira deixa Bina aliviada ao dizer que ela e os filhos podem permanecer. Emocionados, Datã e Safira abraçam-se aliviados com o fim do mal entendido. Com ódio, Corá promete se vingar de Moisés. Bezalel e Abigail sugerem que Leila se mude para a vila, mas ela diz que não pode abandonar Uri. Moisés fica feliz ao encontrar Henutmire, porém se preocupa ao vê-la sofrendo pela seca no palácio. Bezalel deixa Meketre chocado ao contar que Karen está morta. Hur critica a teimosia de Uri, que prefere ficar com sede a ir beber água na vila. Yunet cai desmaiada e é socorrida por Corá. Moisés procura Ramsés para lembrar que o egípcios estão sofrendo por conta da seca e insiste para que o faraó autorize a partida dos hebreus.

FONTE NATELINHA...
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícia Pentecostal agradece o contato! Curtam nossa Fan Page! A paz...