NOSSA FAN! CURTA E CLIQUE

Após dizer que queria ser igual a Jesus, Bieber fuma maconha durante show

 Em poucos dias, Justin Bieber conseguiu ser notícia por dois motivos bastante diferentes. Em longa entrevista publicada pela revista americana Complex, disse que deseja apenas “ser mais como Jesus”. Também criticou os evangélicos em geral dizendo que eles estão muito presos nas igrejas e julgam demais os outros.
Na quinta-feira (1), durante um show na Nova Zelândia, ele se apresentou com a dupla de rappers americanos Rae Sremmurd. Em determinado momento,

 resolveu acender um cigarro de maconha e beber conhaque no palco.
Muitos fãs registraram o momento em vídeo e material foi compartilhado extensivamente nas redes sociais no mundo todo. Enquanto alguns celebravam a volta do “velho” Justin, outros se mostravam chocados.
Em 2014, Justin Bieber teve seu nome envolvido com maconha duas vezes. Em julho, foi encontrada uma pequena quantidade de maconha no ônibus de turnê do cantor. Em dezembro, foi detido na Austrália após a polícia ter encontrado maconha no jatinho que ele estava. Na ocasião, um membro de sua equipe afirmou ser dono da droga.
Nessa mesma época, o site TMZ afirmou que o popstar estaria se preparando para ser pastor em um futuro próximo. Ele cancelou sua agenda lotada de shows e eventos para ficar duas semanas numa espécie de retiro espiritual na Califórnia.
Desde que se batizou, na igreja Hillsong, o cantor canadense vem falando mais abertamente sobre sua fé em Jesus. Usa as redes sociais para citar versículos e fala com os fãs sobre oração.
A oscilação no comportamento de Justin chamou atenção de vários programas de TV e sites evangélicos nos EUA.
A revista Charisma, maior revista pentecostal dos EUA, publicou uma carta aberta ao cantor.
Foi uma espécie de “resposta” as declarações dele à revista Complex. Repleta de versículos que mostram como Jesus realmente viveu, o recado para Justin é que ele dava às pessoas uma ideia errada do que significa ser cristão.
O discurso de “viver o amor” não elimina a confrontação com o que é pecaminoso e está errado neste mundo. O pedido do Dr. Michael Brown, que assina o artigo, é que o jovem pense bem antes de dar declarações “bombásticas” e que conheça melhor o que os evangelhos falam sobre “ser como Jesus”.

FONTE GOSPEL PRIME.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícia Pentecostal agradece o contato! Curtam nossa Fan Page! A paz...