NOSSA FAN! CURTA E CLIQUE

David Bowie encontrou a Deus antes de morrer, afirma jornal

 David Bowie, artista inglês que faleceu no último domingo aos 69 anos travou (e perdeu) uma “batalha secreta” contra o câncer durante 18 meses. Segundo o jornal The Sun, ele encontrou em Deus consolo durante os últimos meses de sua vida.
O cantor e ator ao longo de sua carreira sempre teceu críticas à religião organizada. Segundo seus biógrafos, envolveu-se com o budismo e até com o satanismo. Chegou a declarar-se ateu. Contudo, seus amigos mais próximos garantem que ele mudou sua postura ao descobrir que tinha uma doença terminal cerca de um ano atrás.
“Ele concluiu que havia algo maior do que todos nós e podia ser Deus. Isso foi algo muito reconfortante. Ele dizia que não tinha mais medo da morte”, garantiu um deles (que preferiu não se identificar) ao jornal.
Também chama atenção que sua esposa, Iman, pouco antes da morte de Bowie ser anunciada, publicou nas redes sociais uma mensagem de esperança: “A luta é real, mas Deus também é”. O The Sun afirma que essa não era uma frase que podia se esperar do casal.
Outros amigos agora revelam à imprensa que o cantor teria desabafado recentemente: “Não existem ateus quando você está numa guerra”. Seu último álbum, Blackstar, lançado para coincidir com seu 69º aniversário na semana passada, contém muitas referências ao cristianismo.
“Olhe para mim, estou no céu/ Tenho cicatrizes que não podem ser vistas/ Tenho drama que não pode ser roubado”, diz a letra de Lazarus, canção do disco que está tocando nas rádios e menciona o personagem bíblico ressuscitado por Jesus.
Embora seja precipitado afirmar que ele passou por uma conversão, alguns sites cristãos apontam para entrevistas que Bowie deu no passado dizendo que buscava a Deus. Com informações de Christian Post e Mirror VIA GOSPEL PRIME.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícia Pentecostal agradece o contato! Curtam nossa Fan Page! A paz...